Secretários escolares e SINDSEMP se reúnem para discutir cobranças pelos direitos da categoria

O Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (SINDSEMP), recebeu na manhã desta sexta-feira(13), secretários escolares que reivindicam direitos da categoria, e melhores condições de trabalho. A reunião aconteceu na sede do sindicato, e contou com a participação de diretores e representante jurídico da instituição.

Além do reajuste salarial em que a categoria já foi contemplada, mesmo o salário ainda sendo questionado por todos os secretários, por ser muito abaixo da responsabilidade exigida pela função, eles cobram a gratificação por padrão das escolas, como justifica a vice-presidente do SINDSEMP, professora Inês Silva: “A gente compreende que foi um concurso feito para o ensino, mas que não lhes tiram o direito de lutar por melhores salários, e o sindicato está junto, para discutir e levar as pautas para o executivo”, afirma.

Inês, esclarece ainda que o SINDSEMP atua de forma responsável, dentro da legalidade. “Nenhum ato do sindicato pode ser ilegal, pode ser emocional, e sim trabalhado com a razão, dentro da legalidade, primando pelo diálogo tanto com a categoria quanto com o Executivo, para que a gente alcance nossos objetivos”, finaliza.

A busca pela gratificação de acordo com o padrão das escolas, é uma luta que o SINDSEMP vem desempenhando desde o ano passado, tendo emendas aprovadas na câmara de vereadores, além de já ter colocado a categoria no plano de cargos e carreiras. Sobre o difícil acesso, Inês Silva relata o avanço na aprovação na Lei do Difícil Acesso em 2017. “A gente teve esse pequeno avanço na Lei, mas infelizmente os valores também são muito baixos. Imagine você receber R$ 120,00 (cento e vinte reais), pra se locomover daqui pro interior, não tem condições, é um absurdo! Realmente, a gente tem muita coisa a discutir dessa categoria, o que a gente está discutindo vai continuar levando pro executivo, porque a gente precisa avançar nesses pontos”, finaliza.