Sede administrativa do SINDSEMP é invadida

Na manhã desta terça-feira (09.10.2018), a sede administrativa do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrolina (SINDSEMP) foi invadida por alguns servidores acompanhados da Srª. Magda Oliveira Mangabeira Feitosa e do Sr. Gilvan Santos Brito, os quais foram candidatos pela “Chapa 2” aos cargos de Presidente e Diretor Financeiro no pleito da eleição de diretoria do sindicato triênio 2018/2021.

Os invasores pretendiam de forma irresponsável impedir o desenvolvimento das atividades do citado Órgão, como também inviabilizar a realização da reunião do Conselho Fiscal.

Diante de tal absurdo, visando zelar pelo patrimônio do sindicato, preservar a segurança jurídica e evitar qualquer instabilidade institucional que possa acarretar prejuízos ao SINDSEMP e/ou aos seus associados, o presidente Sr. Walber Lins, registrou o Boletim de Ocorrência nº 18E0304003428 na 214º Delegacia de Polícia desta cidade, a fim de responsabilizar todos os invasores.

As atitudes irresponsáveis de tais servidores certamente decorrem da insatisfação com a decisão judicial proferida no último dia 05/10/2018 nos autos do processo judicial nº. 0006548-85.2018.8.17.3130, por meio da qual o juiz da 3ª Vara Cível Drº. Carlos Fernando Arias INDEFERIU o pedido formulado pela Chapa 02 , a qual pretendia a validação do pleito eleitoral com a respectiva contagem dos votos e proclamação do resultado final.

Além disso, o juiz ainda manteve a decisão liminar anterior suspendendo o pleito eleitoral e determinando que comissão eleitoral se abstenha de realizar novas eleições até ulterior decisão, tendo ainda designado audiência de tentativa de conciliação para o dia 13 de Dezembro de 2018, devendo salientar que todas as informações acima,  encontram-se disponíveis no site do TJPE (https://pje.tjpe.jus.br/1g/ConsultaPublica/listView.seam).