Servidores Públicos de Petrolina debatem em assembleia campanha salarial

Na sexta-feira, 11, os servidores públicos de Petrolina se reuniram em assembleia a convite do Sindicato da Categoria (Sindsemp) para debater a campanha salarial. Centenas de funcionários públicos lotaram o auditório do hotel Grande Rio e deliberaram ações. Abrindo o encontro, a diretoria da entidade, gerida por Walber Lins, compartilhou com os presentes informes referentes aos projetos de Lei aprovados pela Câmara que versam sobre a regulamentação das 30 horas para técnicos e enfermeiros, da Autarquia Municipal de Mobilidade (AMMPLA) e Folga no dia do aniversário do Servidor, sobre o relógio de ponto, Igeprev atestado médico, troféu de excelência e a paralização nacional geral da Educação. Além de todos estes informes, a diretora de assuntos extraordinário do Sindsemp, Elena Alves, informou que no próximo dia 06 de abril a entidade vai realizar uma assembleia com os aposentados. “Estamos dando prioridade também a essa classe que é esquecida. Nossa intenção é trazer os companheiros mais para perto da luta. Lá vamos discorrer sobre nossas atividades e projetos”, comenta. Walber Lins, presidente da entidade, destacou como positivo o encontro. “Debatemos, aqui, as questões inerentes à categoria. A participação do servidor foi muito importante na tomada das decisões”. Sobre as deliberações do principal ponto de pauta, Walber explicou que os servidores tiveram acesso aos detalhes da proposta apresentada pelo sindicato sobre o reajuste de 12,67% - 10,67% de restituição geral da inflação e 2% de reajuste – encaminhada pelo sindicato desde de 03 de dezembro. Os servidores foram informados que o sindicato recebeu um comunicado oficial da gestão municipal definindo até o dia 16 como prazo para a proposta do governo. Em votação, a proposta de aguardar a resposta foi a provada por contraste visual. A maioria preferiu aguardar ao invés de deflagrar greve, proposta levantada na assembleia. Além dos debates, o Sindsemp sorteou entre os presentes brindes. A servidora da educação, Maria Auxiliadora de Souza que trabalha na Escola Jaconias José dos Santos no Ouro Preto , ganhou um ventilador.