Sindsemp envia representantes de servidores da saúde  à Brasília para acompanhar votação do PL do piso nacional da enfermagem na Câmara dos Deputados

Nesta terça-feira (3), o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Petrolina – Sindsemp encaminhou à Brasília, Distrito Federal,  representantes de categorias dos  servidores públicos municipais da área de saúde para uma mobilização na capital federal. São enfermeiros, técnicos em enfermagem, agentes comunitários de saúde e agente de combate às endemias. A equipe vai acompanhar a votação do Projeto de Lei - PL/2564 que institui o piso salarial da enfermagem.  O projeto foi aprovado por unanimidade no Senado.
 “Essas mobilizações em Brasília são de extrema importância que os representantes das categorias estejam presentem no momento de votação, mostrando união e que estamos firmes na luta pela valorização de todos os profissionais de saúde,” frisou a enfermeira e diretora de política sindical do Sindsemp, Ruth Viviane Novaes. 
Representantes da Associação dos Agentes Comunitários de Saúde de Petrolina e a diretoria da Associação dos Agentes de Combate às Endemias estão na comissão, e irão acompanhar a tramitação da  PEC 09/2022, que institui um piso salarial nacional de dois salários mínimos, equivalente a R$ 2.424,00 em 2022, para os agentes comunitários de saúde e de combate às endemias a ser bancado pela União “Nossa diretoria vai fazer a representação oficial das nossas categorias, de ACE e ACS nessa luta pela aprovação da PEC cobrando dos parlamentares  valorização dos servidores e servidoras da saúde de Petrolina e do Brasil,” ressaltou o presidente da Associação dos Agentes de Combate às Endemias do Município, Marcelo Sandes. 
Do Sindsemp, além do delegado da saúde Marcelo Sandes, também participam da mobilização em Brasília, a diretora de política sindical do Sindsemp, Ruth Viviane Novaes, a 1ª secretária Luciedna Batista e as integrantes do Conselho fiscal, Dilma Alves e Luana Batista.

Assessoria de Comunicação do Sindsemp