SINDSEMP se reúne com Procurador Geral de Município e Secretária de Gestão Administrativa

A secretaria executiva do sindicato dos servidores municipais de Petrolina (SINDSEMP), se reuniu na manhã dessa sexta-feira (24), para tratar de assuntos referentes a benefícios para o servidor público municipal.

O Procurador Geral do município de Petrolina, Diniz Eduardo falou da posição da gestão municipal sobre os pontos discutidos na reunião, a exemplo da facilidade para empréstimos consignados online, através do site da prefeitura, onde o próprio servidor consulta o sistema e escolhe o melhor índice de empréstimo, quantidade de parcelas e o banco em que deseja realizar o procedimento, o que considera cômodo para o servidor.

Foi discutida a possibilidade de pagamento da folha dos servidores lotados na secretaria de saúde, juntamente com as outras secretarias, e o procurador esclarece que isso ainda não foi possível realiza, levando em consideração as dificuldades financeiras encontradas pela gestão. “Nós herdamos muitas dívidas. Dívidas previdenciárias, folha do 13º sem ser paga, bonificação dos professores, enfim, uma série de questões que juntos superam mais de R$ 20 milhões. Tudo isso nos impediu de fazer uma projeção para a inclusão da folha da saúde nessa sistemática, mas estamos trabalhando pqra que isso aconteça no menor tempo possível”, esclarece.

Um dos pontos mais importantes na discussão entre o procurador, a secretária de gestão administrativa, Luísa Leão e o procurador geral do município, foi a questão do desvio de função que acontece no município, quando servidores são designados a atuarem em áreas diferentes das suas designações, o que reforça a cobrança do sindicato para realização de concurso público. Sobre essa situação o procurador explicou que a gestão não tem interesse em prejudicar nenhum servidor. “A nossa gestão não tem intuito nenhum de está mexendo em servidor, agora, por outro lado, nós precisamos fazer um levantamento, fazer diagnósticos, porque toda e qualquer gestão, para adquirir a sua eficiência administrativa, ela necessita rever números e rever situações, mas no tocante a lotação do servidor, a gestão não tem interesse nenhum em mudar isso”, finalizou.

O cartão do servidor também fez parte da pauta da reunião, levando em consideração alguns questionamentos sobre o cadastro de empresas que não estão vinculadas ao CDL, e desejam participar da relação de conveniadas. Sobre esse ponto, a secretária de Gestão Administrativa, Luísa Leão, disse já estar estudando uma possibilidade de resolver este problema.

O SINDSEMP se mostra persistente na busca de esclarecimentos e soluções que sejam para o crescimento e melhor condição de trabalho dos servidores, seja fazendo cobranças ou apresentando possibilidades de resolução dos problemas.