SINDSEMP se reúne com servidores da Biblioteca Cid Carvalho para ouvir reivindicações

Servidores da Biblioteca Municipal Cid Carvalho se reuniram com a Diretoria Executiva do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (SINDSEMP), na tarde desta quarta-feira(04), para expor as demandas do setor e pedir providências para os problemas em que estão inseridos.

De acordo com os servidores, a Biblioteca está há mais de dois anos em sede provisória, em virtude da reforma ao qual o espaço foi submetido. A falta de estrutura física e de acervo, e a falta identificação para acesso dos usuários, são alguns das principais dificuldades que os servidores alegam passar nas instalações em que se encontra o órgão público municipal.

Recentemente houve a mudança da Biblioteca que estava funcionando no prédio ao lado da Emissora Rural, para salas no interior da rádio, o que reduziu bastante o espaço para os usuários, que alegam ter dificuldade de acesso, uma vez que este é o mesmo da emissora, o que confunde as pessoas que procuram a entidade.

De acordo com orientação jurídica do sindicato e diálogo estabelecido com servidores e os diretores presentes na reunião, será feita a comunicação com o poder público, para identificação dos motivos pelos quais ainda não foi feita a mudança para o espaço oficial da Biblioteca, e a partir daí, pedir que sejam tomadas as providências com urgência, para sanar os problemas que atingem não somente os servidores, como também a sociedade no geral.

A servidora Elizete Mendes questiona o motivo pelo qual ainda não estão nas instalações da Biblioteca. “É uma situação muito chata e difícil, a gente ter que ficar num local onde a gente não tem nem espaço. A gente tá querendo uma resposta da Prefeitura, por que a gente não voltou ainda, já que o prédio tá fechado há mais de dois anos? A gente tá querendo voltar pra Biblioteca Cid Carvalho pra continuar o nosso trabalho, para que a população possa ir, porque a população tá reclamando. A gente quer uma resposta do Prefeito, do Secretário. Pedimos que eles se reúnam com a gente, que fale alguma coisa, e que a gente possa transmitir isso pra população e tomem as providências pra voltar pro espaço ou arrume um local adequado. Pedimos que o poder público se sensibilize e nos dê uma solução porque essa situação tá causando muito transtorno até pra população”, desabafa.

O sindicato ficou de oficializar uma reunião com o Executivo, com a finalidade de obter as respostas quanto ao impedimento do retorno da Biblioteca para sua sede oficial, e consequentemente pedir que haja celeridade na solução deste problema.